Galeria de Fotos

I Fórum de Juventudes

No dia 8 de maio, foi realizado o I Fórum de Juventudes que trouxe como tema “Rede de Atenção à Juventude: comunidades em movimento”.

O evento foi promovido pelo Centro de Atenção à Juventude (CAJU), iniciativa da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública que auxilia jovens de 15 a 29 anos, promovendo a saúde mental em conjunto com as políticas públicas e movimentos sociais voltados para a juventude.

Na programação foram ministradas palestras com a participação de Silvania da Cruz Reis, educadora da REPROTAI – Rede de Protagonistas em Ação de Itapagipe e Eduardo Machado, jornalista, comunicador e mobilizador comunitário, além de contar com a participação de integrantes da CIPÓ-Comunicação Interativa expondo vídeos e contando um pouco das vivências no projeto. 

A coordenadora do CAJU e professora de Psicologia da Bahiana, Marta Vanessa Oliveira explica que o Centro de Atenção à Juventude é um novo programa da instituição com intuito de promover a saúde mental dos jovens baianos.

“Fazemos essa programação com o objetivo de trabalhar com grupos e individualmente, através de arte, cultura e diversas formas de atuação e expressão dos jovens. Trouxemos dois educadores que atuam nas comunidades com projetos sociais muito interessantes e criativos, justamente para tirar os jovens dessa situação de vulnerabilidade”, explica.

A educadora do REPROTAI, Silvania da Cruz Reis, contou um pouco do trabalho que ela desenvolve na Rede de Juventude do bairro do Uruguai. “O trabalho em rede é desenvolvido com os jovens e montamos uma rede chamada REPROTAI – Rede de Protagonistas em Ação de Itapagipe, onde fazemos um trabalho social e educativo a fim de melhorar a condição de vida desses jovens”, conclui a educadora.

O jornalista, comunicador e mobilizador Eduardo Machado explanou um pouco sobre a ONG Cipó - Comunicação Interativa e do trabalho realizado com os jovens do subúrbio ferroviário de Salvador. “Vamos abordar um pouco da metodologia, qual o olhar que temos desses jovens do subúrbio, noticiado nos grandes veículos de imprensa, que é totalmente distante do que percebemos. Na verdade, vou dar a palavra aos jovens integrantes da Cipó, pois um dos objetivos da organização é tornar esses jovens protagonistas e autônomos de suas ações”, conclui.

Conforme a gestora do serviço de psicologia, Myla Arouca, a ideia do CAJU é prestar um assistência à juventude e problematizar um pouco o que realmente esses jovens necessitam e, com isso, foi lançada a ideia dos fóruns para divulgar e dar mais corpo ao projeto.

A aluna do curso de Psicologia do 4° semestre, Maria Elisabeth Caires, relatou que o evento foi bastante didático e construtivo. “O apoio da Bahiana é fundamental, pois com esse projeto, os jovens têm a oportunidade de sair desse estado de vulnerabilidade em que se encontram, pois acabam se engajando em projetos sociais e educativos”, finaliza.



Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-100
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936