Galeria de Fotos

X Jornada de Enfermagem
O curso de Enfermagem da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública realizou, nos dias 11 e 12 de maio, no Campus Cabula, a X Jornada de Enfermagem, evento destinado a estudantes, pesquisadores e profissionais da área. Os dias escolhidos abriram a semana nacional de comemoração da Enfermagem, realizada de 12 a 20 de maio.

A mesa de abertura contou com a presença da pró-reitora dos cursos de graduação e pós-graduação da Bahiana Maria de Lourdes Gomes, da coordenadora interina do curso de Enfermagem Simone Passos e da professora e coordenadora do evento Ana Shirley Maranhão Vieira.

“A Enfermagem e suas Áreas de Atuação”, tema principal dessa edição da Jornada, foi evidenciado pela professora Maria de Lourdes Gomes, que o relacionou com o tripé universitário: ensino, pesquisa e extensão, enfatizando a história da Jornada de Enfermagem e o cenário acadêmico nos primeiros anos do curso. Ela salientou que o evento fez “parte das comemorações da semana nacional de enfermagem, promovida pela Associação Brasileira de Enfermagem, despertando nos alunos o interesse em participar das ações relativas à comemoração que acontece em diversos âmbitos da área, ajudando eles na construção, não só técnica-científica, mas também, política e de valorização da profissão”.

Simone Passos frisou que “o encontro é uma possibilidade de congregação de profissionais da enfermagem que já têm diversas experiências em vários campos de atuação, discutindo e apresentando as suas histórias de vida e de profissão. Isso inspira o aluno a fazer novas caminhadas”. Segundo a coordenadora, “é um momento de celebração também, pois são 11 anos do curso de Enfermagem e há o encontro de pessoas de muitas instituições, o que fortalece o curso dentro da Bahiana”.

Ana Shirley também apontou a influência da jornada para os estudantes: “O evento é muito importante para que os discentes possam se aproximar do mercado de trabalho, visualizando profissionais que falam sobre o que estão fazendo hoje na sua atuação profissional.”.

A palestra de abertura foi proferida pela professora e enfermeira Climene Laura de Camargo que abordou entre diversos temas – a diversidade na enfermagem e pontuou a relevância da profissão para as pessoas que não têm acesso à saúde básica, bem como o papel do enfermeiro na melhoria das condições dessa população. Citou também o projeto de pesquisa “Crescer” da UFBA do qual participa e que é desenvolvido com diversas frentes no âmbito social.

Climene Camargo descreveu o evento como “um momento de reflexão para entender a importância que é a enfermagem e esse leque de possibilidades que ela dá para as pessoas”. Um desses vieses, que é, inclusive, linha de pesquisa da professora, é voltado para as comunidades quilombolas.

Ela explicou como o trabalho de enfermagem ajuda no processo de conscientização dessa camada social, educando os moradores dos quilombos em setores do cotidiano. A observância do uso de calçados adequados para evitar contaminação nos locais próximos onde eles residem, uma vez que as ruas não são asfaltadas, foi um dos exemplos mencionados. Além de citar que o cuidar profissional ajuda, de forma bastante significativa, a amenizar as dores físicas, principalmente, em pacientes enfermos.

Compondo a programação da manhã, o evento ainda contou com a apresentação dos Anjos da Enfermagem e com a mesa-redonda: Áreas de atuação do/a enfermeiro/a. Apresentações de trabalhos e dos grupos de pesquisa e os minicursos integraram as atividades do turno da tarde.

No sábado, o momento cultural com o Femineja, a mesa-redonda: a enfermagem no campo da pesquisa, o encontro das egressas, a apresentação das ligas acadêmicas e os projetos de extensão encerraram o roteiro da X Jornada.

Conforme a estudante Amanda Emily de Paula Cerqueira, do 1º semestre de Enfermagem da Bahiana, “a Jornada de Enfermagem foi muito interessante, ainda mais para quem é calouro, porque foi possível ter contato com a experiência de quem já está no mercado e conhecer as áreas de atuação. Muitas pessoas que entram no curso têm uma visão equivocada do que se pode fazer e há uma infinidade de opções”. Pondera a estudante que se interessou pela maioria dos assuntos explanados.

Já a aluna Juliana Souza, 7º semestre do curso, relatou que foi a partir da palestra que percebeu que “a enfermagem pode explorar campos que não se tinha dimensão, como as ações sustentáveis”. Ela destacou que pretende adotar em sua atuação profissional algumas políticas sociais e práticas mais humanizadas, pontos que foram discutidos na X Jornada.


Unidade Acadêmica Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Unidade Acadêmica Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-100
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936