Galeria de Fotos

VIII Fórum de Pesquisadores
“Parcerias interinstitucionais em pesquisa: desafios e oportunidades” foi o tema do talk show da oitava edição do Fórum dos Pesquisadores, que ocorreu na manhã do dia 4 de outubro, durante a XVIII Mostra Científica e Cultural (MCC). O fórum teve início com uma web conferência do professor do curso de Odontologia Atson Fernandes, que se encontra no Canadá. A mesa-redonda de abertura contou com a presença da reitora da Bahiana, professora Dra. Maria Luisa de Carvalho Soliani, da pró-reitora de Ensino de Graduação e Pós-graduação, professora Maria de Lourdes de Freitas Gomes, do coordenador do curso de pós-graduação em Tecnologias em Saúde, professor Marcus Almeida e da professora e coordenadora do curso de Enfermagem, Simone Passos.

No discurso de abertura, a professora Dra. Maria Luisa de Carvalho Soliani enfatizou a importância de se falar sobre democracia em meio ao cenário político brasileiro atual. A professora Maria de Lourdes de Freitas Gomes, que estava, na ocasião, representando o professor Atson Fernandes, relatou como a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública valoriza e incentiva a pesquisa no ambiente acadêmico.

Os palestrantes do talk show do VIII Fórum dos Pesquisadores foram os professores Dr. Gesil Sampaio Amarante (UESC/FORTEC), que abordou o tema “Novo marco legal de ciência e tecnologia e os impactos para as instituições de ensino e pesquisa” e o Dr. Handerson Leite (IFBA/Polo de Inovação de Salvador), que apresentou a temática “Caminhos para captação de recursos para pesquisa: oportunidades e desafios na interação com o setor produtivo”. O talk show foi mediado pelo professor Dr. Luiz Eduardo Ritt.

O Dr. Gesil Sampaio Amarante explicou como investir em pesquisa é essencial para o crescimento do país: “O investimento em Ciência e Tecnologia (C&T) sempre foi importante. Todas as vezes em que o Brasil investiu em C&T, trouxe resultados positivos para ele mesmo. Infelizmente, hoje, temos problemas que são mais sérios do que em outras épocas e com pouca perspectiva de solução, porque esses investimentos estão cada vez menores”.
 
O Dr. Handerson Leite apontou como deve ocorrer a sinergia entre o ambiente universitário e profissional para que o progresso na pesquisa científica seja alcançado: “O principal motivo para a academia trabalhar em sinergia com o mercado é buscar a resolução de problemas reais. Entender quais são as necessidades das empresas, sejam elas industriais ou de serviços, e descobrir o que a sociedade precisa. Isso ajudará muito na articulação entre as universidades e os setores produtivos”.
 
Premiações
Seguindo a tradição dos anos anteriores, o Fórum dos Pesquisadores premiou os acadêmicos e grupos de pesquisa que estão em destaque na instituição. A professora do curso de Odontologia Alena Ribeiro Medrado conquistou o Prêmio Pesquisador do Ano e agradeceu à Bahiana e aos colegas de trabalho.
 
O Prêmio Grupo de Pesquisa do Ano foi dividido em duas categorias: Grupo Consolidado e Grupo em Consolidação. O Grupo de Doenças Cardiovasculares, liderado pelo professor Dr. Armênio Guimarães, ao lado da professora Dr. Ana Marice Ladeia, ganhou o Prêmio Grupo de Pesquisa do Ano na categoria Grupo Consolidado. O Dr. Armênio Guimarães, que foi muito aplaudido pelo público, expressou sua gratidão: “Essa sessão foi memorável, fez com que eu relembrasse as diversas ações de que participei na Bahiana. O prêmio me gerou grande satisfação, pois trabalho há muitos anos na instituição e estive interligado ao setor de capitação de recursos, por isso, pude montar uma estrutura de pesquisa em conjunto”.
 
O Prêmio Grupo de Pesquisa do Ano, na categoria Equipe em Consolidação, foi para o Grupo de Medicina Baseada em Evidências, do professor Dr. Luís Cláudio Correia.


Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-100
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936