Galeria de Fotos

13º Congresso ABRH Bahia


"Saúde para um mundo exponencial", este foi o tema da "Sala Escola Bahiana" no 13º Congresso ABRH Bahia, que aconteceu nos dias 25 e 26 de outubro no Bahia Othon Palace, em Ondina. O evento reuniu profissionais e empresas de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas para refletir acerca do tema "Pessoas e organizações em um Mundo Exponencial".

Sala Bahiana

Durante os dois dias de evento, o espaço promovido pela Bahiana contou com uma programação rica em palestras, jogos, oficinas e atividades práticas de promoção da saúde.

A reitora da instituição, prof. ª Dra. Maria Luisa Carvalho Soliani, explica que a participação da Bahiana no evento tem como objetivo compartilhar a experiência da instituição no desenvolvimento de pessoas: "Pensamos no desenvolvimento de nossos alunos de forma integral, ou seja, essa formação não tem a ver somente com a técnica e os conhecimentos específicos, mas com o desenvolvimento do sujeito que tem alma, coração, espírito, corpo, pensamento e razão. E isso também fazemos em relação a todas as pessoas que trabalham na Bahiana, nossos colaboradores e o corpo técnico de professores. Somos focados no desenvolvimento profissional e pessoal de todas as pessoas que trabalham na Bahiana”.

Maria Luisa explica que esse desenvolvimento das pessoas na Bahiana é realizado por meio de diversos recursos e, entre eles, ela destaca a arte: "Trazer a nossa vivência para este congresso é mostrar como é possível fazer isso de uma forma amorosa, alegre, utilizando recursos diversos, a exemplo da arte, e como isso tem feito com que a nossa escola tenha alcançado conceitos muito altos nas avaliações feitas pelo MEC e certificadoras, tanto na área acadêmica como na área corporativa. Há muitos anos, participamos do GPTW e somos uma das 100 melhores empresas para se trabalhar no Brasil".

A gestora da Gerência Estratégica de Pessoas e Aprendizado da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (GEPAP), Telma Bastos, destaca que a intenção da Bahiana ao participar do congresso era de dar visibilidade às boas práticas de desenvolvimento de pessoas: "Queremos mostrar aquilo que de fato a Bahiana é: uma instituição que está focada no desenvolvimento de suas pessoas, e nossas políticas de recursos humanos mostram que as pessoas podem ser modelos, nossas práticas podem inspirar outras instituições a fazerem o mesmo. E em tudo o que fazemos encontra-se o afeto, a inspiração, o zelo e a inovação". Ela reforça que, além da equipe da GEPAP, participaram da organização da Sala Bahiana professores, estudantes e colaboradores de outros núcleos.

Luiza Ribeiro, coordenadora de Desenvolvimento de Pessoas da Bahiana, explica que a programação do espaço foi pensada em conjunto com a coordenação do congresso: "Pensamos em quais seriam os conteúdos que poderiam agregar a ideia de se pensar a formação de um profissional para um mundo exponencial, que é um mundo que exige das pessoas muita atenção, muito cuidado e muita concentração. Então nós chamamos os cursos que desenvolveram atividades a partir desses temas. Tivemos o envolvimento de alunos e professores dos cursos de Psicologia, Fisioterapia e Educação Física".

Endy Cayres, estudante de Educação Física, enfatiza a importância de participar de eventos como o Congresso da ABRH: "Eu acho importante estarmos aqui para mostrar a Educação Física, sob o ponto de vista da saúde, porque as pessoas acham que educação física é apenas academia, mas é um curso amplo e estamos tentando nos agregar em outros campos e mudar um pouco a visão que as pessoas têm do curso". Ao lado da também estudante Rebeca Albuquerque, Endy desenvolveu a atividade de avaliação da composição corporal dos visitantes da Sala Bahiana.

Durante a programação do segundo dia do congresso, diversos estudantes e profissionais participaram das ações que abrangeram os jogos empresariais “Inclusão ou Inserção: Qual a sua Prática?” e “Desafios na Promoção da Saúde nas Organizações”; as atividades práticas “Cuidados Para o Alívio da Dor com Bandagem”, “Você conhece sua Composição Corporal?” e “Treino Cognitivo e de Coordenação”; além das palestras “Formação Acadêmica e Gestão de Pessoas: Dois Lados da Mesma Moeda?”, “Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) da Bahiana”; e a Oficina de Inovação: Desenvolvendo Intraempreendedores.

Edilene dos Santos, visitante da Sala da Bahiana e profissional de RH, destaca que os temas foram bastante interessantes, e o espaço, bem organizado: “Desde a recepção, os conteúdos estavam bem alinhados”. A visitante considera que a logística da sala foi um dos fatores que facilitaram o aprendizado.
Já Camila Guerra, estudante de Gestão de RH da UNIJORGE, se interessou pela dinâmica do jogo empresarial: “Mostrou que podemos usar o jogo de diversas formas e não só para a diversão. Pode ser usado para informar e educar as pessoas sobre variados assuntos”. A estudante frisa a importância da prática na gestão de RH: “as ações desenvolvidas pela Bahiana puderam ser demonstradas através de vídeos, depoimentos e fotos. Foi muito gratificante participar”.
 


Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-100
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936