Galeria de Fotos

Bahiana destaca a importância do "cuidar" no 14º Congresso ABRH
Bahiana destaca a importância do “cuidar” no 14º Congresso ABRH
“Cuidar para transformar” foi o tema da Sala Bahiana, que contou com grande participação do público.



“A Bahiana, além de ocupar um lugar de excelência no ensino, também é referência no mercado de trabalho, principalmente quando nos referimos ao  processo de ‘cuidar’”, assim descreve Telma Bastos, gestora da Gerência Estratégica de Pessoas e Aprendizagem Organizacional da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (GEPAP), ao explicar as atividades propostas na Sala Bahiana, no 14º Congresso ABRH, que aconteceu nos dias 31 de outubro e 1 de novembro, no Gran Hotel Stella Maris. O objetivo da sala foi tornar conhecidas as práticas de psicologia organizacional voltadas para a saúde mental que a Bahiana dispõe. Com a temática “Cuidar para transformar”, a sala contou com palestras, exibição de filmes, oficinas e práticas integrativas e complementares em saúde.

A gestora explica que, não só o curso de Psicologia como também os de Educação Física, Enfermagem e Fisioterapia participaram da organização e realização das atividades promovidas pela Bahiana no congresso: “As competências dessas áreas da saúde não eram reconhecidas pelos profissionais de RH, e a instituição teve o papel de despertar a atenção para novas possibilidades no congresso que é o maior do Norte e Nordeste do setor de recursos humanos”.
A preocupação com a saúde mental é uma constante, por isso os temas da Sala Bahiana foram voltados para esse assunto, com o intuito de despertar, inspirar e transformar o público. Durante os intervalos da programação, nos dois dias de evento, ocorreram atividades, como reiki, aromaterapia, auriculoterapia, reflexoterapia podal, bandagem funcional, avaliação corporal e alongamentos básicos. Telma Bastos expõe que todas as ações apresentadas têm o propósito de transformar a cultura organizacional das empresas, melhorando o engajamento dos colaboradores e, consequentemente, os resultados: “A Bahiana promoveu essas ideias por meio de ferramentas de fácil entendimento e assimilação, pois, dessa forma, é possível aplicar as técnicas demonstradas nas organizações. São sugestões que otimizam o cuidar para transformar”.

Integraram a programação do primeiro dia do evento duas palestras: “Play Pause e PlayGround”, que contou com a exibição do filme “Click” (2006), e “ConectaRH”, que teve como objetivo suscitar reflexões em relação à construção de propósitos nas organizações. No segundo dia, a temática “Diversidade nas Organizações” abordou a inclusão nas empresas e houve treinamento de primeiros socorros, ministrados por estudantes e professores do curso de Medicina, para os participantes do congresso. Em seu stand, a Bahiana divulgou os cursos da área de mestrado em psicologia organizacional, enquanto as palestras e atividades eram realizadas com grande participação do público.

As professoras do curso de Psicologia e do grupo de pesquisa em Psicologia Organizacional e do Trabalho Márcia Tironi, Carolina Aguiar, Eliana Edington, Myla Arouca e Carmem Barbosa mediaram a palestra na manhã do dia 31 de outubro e discursaram sobre a saúde mental nas organizações em constantes transformações. Quanto à temática, a professora Márcia Tironi pontuou que “a reflexão é importante para a gestão da saúde mental do trabalhador. Temos várias esferas da vida, e o trabalho é uma delas. E, muitas vezes, o empregado abre mão de alguns momentos importantes por conta do trabalho. Os gestores de pessoas e recursos humanos precisam pensar sobre essa questão”.

O professor João Franco, do curso de Educação Física, também esteve na organização dos espaços e mediação das reflexões. Quanto à abordagem multidisciplinar da Bahiana, o docente ressalta que as dinâmicas são complementares, pois a saúde mental também se relaciona com o bem-estar físico.
Luiza Ribeiro, coordenadora de Desenvolvimento de Pessoas, relata que, por vivermos em uma sociedade dinâmica e exigente, o adoecimento mental pode ocorrer pela imposição de valores como a produção constante e a qualquer custo: “O consumo em demasia é imposto e, paradoxalmente, esse contexto consome o tempo e a saúde mental das pessoas. Por isso, enfatizamos a ideia de que o autocuidado é fundamental para a vida humana”.

A estudante de Psicologia do 8º semestre Maria Helena Ribeiro, que participa do grupo de pesquisa em Estudos Psicossociais e do Trabalho, mediou as atividades em parceria com os professores. A estudante entende que a iniciativa faz parte do conjunto de ações da universidade, sendo muito significativa a participação da Bahiana no congresso ABRH. Pensando nessa perspectiva, Natália Brito, que participou das palestras oferecidas pela Bahiana, compreende que “o ambiente aconchegante e confortável da sala revelou um pouco da identidade da própria instituição”.

Ana Cláudia Souza, que foi atendida com a técnica de reiki, destacou o quanto ficou satisfeita: “O resultado do atendimento foi excepcional. A profissional que me acolheu foi bastante competente. Sou grata à Bahiana por ter me proporcionado o contato com a medicina integrativa”.


Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-000
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936