Galeria de Fotos

Programa Candeal - Oficina Interdisciplinar de Extensão

Auditório lotado. Mais de 300 estudantes de todos os cursos da Bahiana estiveram presentes na Oficina Interdisciplinar de Extensão do Programa Candeal que aconteceu na última segunda-feira, dia 10 de outubro, a partir das 18h30min na Unidade Acadêmica Cabula. O encontro teve como tema Trabalho em Grupo e Liderança. Além da programação que foi trabalhada após a apresentação, em sala de aula, o encontro contou com a participação de Dr. Ivan Paiva Filho, coordenador do SAMU.

“Temos sempre esse encontro. Começamos o programa com os estudantes de Medicina e hoje já contamos com todos os cursos. E o motivo de estarmos aqui é justamente trabalharmos em grupo”, declarou a coordenadora do Programa Candeal, a professora do curso de Psicologia, Maria Antonieta Araújo.

Criado há seis anos, o Programa Candeal conta hoje com 348 alunos dos sete cursos da Bahiana, 22 professores e está dividido em 27 grupos. Ele atua nos distritos sanitários do Candeal e do Cabula, sendo este último incorporado ao programa somente neste ano.

Segundo a coordenadora, essa foi a primeira vez em que a Oficina foi realizada em caráter avaliativo, sendo analisada a reflexão do aluno sobre o seu papel dentro do Programa. “É um trabalho laborativo que envolve a motivação, tanto do professor como do aluno que deve desenvolver suas habilidades para trabalhar em equipe”, diz.

O Programa Candeal já começou a dar seus primeiros passos rumo à pesquisa. De acordo com Maria Antonieta, já está começando a ser articulado um grupo para elaborar um Núcleo de Pesquisa Interdisciplinar. Dessa forma, o programa atinge o terceiro pilar do tripé Ensino, Pesquisa e Extensão.
 

Palestra
O ponto alto da Oficina foi a participação do coordenador do SAMU, Dr. Ivan Paiva Filho, que foi convidado para falar sobre o serviço 192. Segundo ele, o SAMU hoje conta com mais de mil funcionários somente em Salvador, atendendo com integralidade, equidade e universalidade. Entre os pontos apresentados por Dr. Ivan, tiveram destaque a importância da equipe multidisciplinar e do servidor público que acredita no que faz. “Mas a SAMU também precisa melhorar em alguns aspectos: portas de acesso ao usuário e o serviço de emergência e urgência”.

O convidado falou também sobre como a humanização vem sendo incentivada nas equipes do SAMU e como isso é importante para o paciente e sua família. “Quem liga 192 quer ser bem atendido, bem acolhido e, se não há humanização, 50% do atendimento ficou comprometido. Temos a técnica, mas, sem humanização, não adianta”.



Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-100
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936