Notícias

XIII Ciência com Acarajé aconteceu na Unidade Acadêmica Cabula

Detecção do câncer de mama foi o tema abordado em virtude do Outubro Rosa.

03/11/2015


XIII Ciência com Acarajé aconteceu na Unidade Acadêmica Cabula

Detecção do câncer de mama foi o tema abordado em virtude do Outubro Rosa.

“Procuramos sempre trazer temas atuais não só voltados para a área de biomedicina, mas de uma forma geral, para a área de saúde. Em virtude do outubro rosa, este ano optamos pelo tema do diagnóstico do câncer de mama através da imaginologia, aproveitando que temos profissionais da casa gabaritados no assunto”, explica o professor do curso de Biomedicina, Sidney Carlos, coordenador do Ciência com Acarajé, cuja 13ª edição aconteceu no dia 29 de outubro, na Unidade Acadêmica Cabula da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

A programação reuniu docentes e discentes dos cursos de Biomedicina da Bahiana e de outras faculdades com o objetivo de instrui-los acerca das questões do câncer de mama associadas à bioimagem e às técnicas avançadas nos métodos de imagem. Foi ministrada uma palestra pelo especialista em Bioimagem da Bahiana, Prof. Thomas Pintagueira, que falou sobre rastreamento de metástases por meio de técnicas complexas de bioimagem e outra pelo Prof. da Bahiana, Edson Marcos Ferreira, especialista em biomagem e coordenador da residência de Biomedicina em imaginologia da Faculdade Maria Milza (FAMAM).

“É interessante esse tema ser abordado, pois a bioimagem é uma área de atuação do biomédico que está em evidência no curso que, no início, era só voltado para análises clínicas”, relata Rodrigo Brito, aluno do 4° semestre do curso Biomedicina da Bahiana e integrante do PET Biomedicina.
 

     


Segundo Prof. Thomas Pitangueira, promover eventos como esse é fundamental para formação do aluno, pois envolvem questionamentos interessantes relacionados à atuação do profissional biomédico, uma vez que, na Biomedicina, há uma diversidade de atuações para esse profissional. “Tratamos sobre um tema específico envolvendo o Outubro Rosa, o diagnóstico do câncer de mama e conseguimos propor uma abordagem diferenciada dentro desse tema, introduzindo a parte de aplicação das técnicas e a introdução do profissional biomédico nesse processo de diagnóstico”, explica.

“Os temas foram muito pertinentes, pois cursamos diversas disciplinas relacionadas à bioimagem e buscar novas informações é muito rico para nosso processo de formação, tanto para o curso quanto para a instituição que, às vezes, não promove esse tipo de palestra. Buscamos sempre para nossa área as inovações do mercado, pois o diferencial é uma característica importante para o biomédico”, relata Dimily de Almeida, aluna do 6° semestre do curso de Biomedicina da Faculdade Maurício de Nassau.

Conforme o Prof. Edson Marcos Ferreira, o objetivo de eventos como esse é trazer o máximo de conhecimento ao meio acadêmico, formando, assim, profissionais diferenciados. “Nosso dever enquanto professor é sempre motivar, nós somos entusiastas e, então, temos muito amor pelo que fazemos, acreditamos muito que a área da Biomedicina é promissora e está com uma aceitação muito boa acerca da empregabilidade”, finaliza.


Confira as fotos.

Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-100
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936