Notícias

Programação especial na Bahiana celebra Dia do Fisioterapeuta

Primeira escola de Fisioterapia da Bahia parabeniza estudantes e profissionais da área.

19/10/2016


Programação especial na Bahiana celebra Dia do Fisioterapeuta

Primeira escola de Fisioterapia da Bahia parabeniza estudantes e profissionais da área.

“Arte na fisioterapia: no ensino, na avaliação e no tratamento” foi o tema da programação especial promovida pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública em homenagem ao Dia do Fisioterapeuta, celebrado em 13 de outubro, na Unidade Acadêmica Cabula.

Estudantes, professores, ex-alunos e fisioterapeutas estiveram presentes no evento que teve como abertura uma apresentação do corpo de baile do Balé do Teatro Castro Alves.

Para a coordenadora do curso de Fisioterapia, professora Luciana Bilitário, promover um evento que reúna arte e ensino, na avaliação e no tratamento fisioterapêutico é extremamente válido porque a profissão tem uma forte ligação com a parte artística.
 

     


A coordenadora contou que muitos bailarinos e dançarinos procuram a fisioterapia como profissão. Em conversa com alunos da Bahiana que também cursam dança e com professores formados em balé e em dança, ela questionou o que os atraía para a fisioterapia. “A resposta foi justamente que eles viam muita arte no estudo da função do movimento humano”.

Ao longo do evento, foram ministradas palestras sobre arte na avaliação terapêutica, pela professora homenageada, Ana Lúcia Góes, e também sobre arte no ensino da fisioterapia morfofuncional, pelas professoras Moema Pires e Giovanna Bergheme. A professora Lisely Silva falou sobre arte no tratamento fisioterapêutico.
 

     



A arte da Fisioterapia

Para Ana Lúcia Góes, o Dia do Fisioterapeuta é um momento para reforçar a identidade da profissão e para informar aos alunos e ao público a importância da fisioterapia na vida das pessoas.

Incluir a arte no evento, segundo a homenageada do dia, foi importante para estabelecer um contraponto e um equilíbrio no âmbito acadêmico, trazendo sensibilidade no olhar sobre cuidar do outro.

“É uma oportunidade de frisar que a fisioterapia atua em todos os níveis de atenção, não apenas da reabilitação, mas do cuidado, do olhar diferenciado e da qualidade do movimento”, disse Ana Lúcia Góes, e concluiu: “Ajudamos e facilitamos no processo de devolver uma qualidade de vida para o paciente”.


Arte e Saúde

A coordenadora de Desenvolvimento de Pessoas da Bahiana, Luiza Ribeiro, ressalta que o evento é mais uma ação da instituição dentro de uma política de sensibilização.  Ela também destaca a parceria do Balé do TCA com a Escola, estabelecida este ano. “É óbvio que a fisioterapia dialoga com o balé, com a dança e com o corpo, mas, sobretudo, é de grande sensibilidade a escolha do tema “arte” na fisioterapia porque realmente a profissão é também uma arte”.

Para Luiza Ribeiro, é “incrível perceber a melhora na qualidade de vida das pessoas quando elas se propõem a fazer um tratamento fisioterápico”.
 

     


A bailarina e assessora artística do Balé do TCA, Dina Tourinho, mãe de Maria Tourinho, aluna do 4° semestre do curso de Fisioterapia da Bahiana, conta que é um prazer muito grande estabelecer essa parceria com a instituição. Estar presente no evento e ter a filha na plateia foi gratificante.

“Tenho 25 anos de balé e a escolha de Maria em fazer fisioterapia foi por vontade própria. Ela se interessa muito em como o fisioterapeuta pode tratar um paciente que tenha um problema neuromotor”, conta Dina.  

Ela acredita que o fato de Maria ter o pai também nessa área – Gilberto Bahia é bailarino do TCA – colaborou para esse convívio com a arte. “Isso ajudou a desenvolver a sensibilidade, o olhar sobre o outro, o cuidado e a percepção. Acho que isso na arte é muito forte”.

Maria conta que os pais chegaram a sugerir que ela estudasse dança, mas ela encontrou, na fisioterapia, um curso que tinha relação com a dança e com o corpo.  Ela não imaginava que ia gostar tanto do curso. “Com o tempo, fui descobrindo a importância da fisioterapia para os movimentos e acabei escolhendo um curso que tem a ver com arte”.
 

     



Outras parcerias

Na comemoração do Dia do Fisioterapeuta, a Bahiana, em parceria com outras instituições, também apresentou o projeto sobre anatomia e arte, coordenado por Karina Oliveira, professora de Enfermagem da Bahiana, fisioterapeuta e professora de Anatomia Geral da Universidade Estadual da Bahia (UNEB).

Durante as atividades, foram sorteados cursos e o encerramento contou com uma apresentação do grupo Dança Fisio Bahiana.

O evento teve apoio da Clínica de Reabilitação e Estética (Fisicom), da Integrar Saúde, do Instituto São Paulo Saúde ISP - Saúde e da SMA Equipamentos em Fisioterapia.


Confira as fotos.

Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-100
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936