Notícias

MESTRADO EM ODONTOLOGIA - INSCRIÇÕES ABERTAS

#
12/03/2008


MESTRADO EM ODONTOLOGIA - INSCRIÇÕES ABERTAS

#

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA (PPgO)

Área: 40.200.00-0

ODONTOLOGIA / MESTRADO PROFISSIONAL
O Programa de Pós-Graduação em Odontologia – áreas de concentração em Estomatologia e Odontologia Clínica, em nível de Mestrado Profissional, é oferecido pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública / EBMSP – Curso de Odontologia, e se destina à formação de pessoal de elevada qualificação para o exercício profissional na área odontológica.

O Mestrado tem por objetivo o aprofundamento do conhecimento técnico, científico e humanístico, visando à formação de recursos humanos para o melhor exercício profissional e da docência, utilizando a pesquisa como elemento significativo para aumentar a capacidade de avaliação de evidências científicas.

SELEÇÃO 2008

CALENDÁRIO

Período de Inscrição: As inscrições ocorrerão entre os dias 10/março a 09/junho/2008, na Secretaria do Unidade Acadêmica Cabula, situada à Av. Silveira Martins, 3386; informações podem ser obtidas através dos telefones (71) 3257-8206, Fone/Fax (71) 3257-8230.

Período de Homologação:
as inscrições serão homologadas pelo Colegiado e o resultado divulgado no site (www.bahiana.edu.br)

Período de Seleção:
13 e 14/junho/2008

Período de matrícula:
17/junho a 23/junho/2008

Início das aulas:
11/julho/2008

ADMISSÃO: - O PPgO requer, como pré-requisito para admissão, o certificado de Conclusão do Curso de Graduação em Odontologia, reconhecido pelo MEC, e apresentação de documentação comprobatória de preenchimento dos requisitos necessários conforme listado abaixo:

INSCRIÇÃO:
Documentação:
I - Diploma de Graduação;
II- Histórico escolar do curso de graduação
III – Curriculum Lattes (http://lattes.cnpq.br) – duas cópias;
IV – Apresentação do anteprojeto de dissertação compatível com as linhas de pesquisa do PPgO (opcional);
V - 01 Foto ¾ colorida
VI - Xerox RG e CPF
VII – Cadastro com Endereço eletrônico (e-mail)

SELEÇÃO: Os alunos serão admitidos no curso de Mestrado através de seleção que incluirá, obrigatoriamente:
I - análise de curriculum vitae;
II - prova de conhecimentos incluindo análise crítica de artigo científico publicado na literatura;
III - entrevista abordando questões de conhecimento científico, habilidades e atitudes profissionais;
IV - conhecimento de língua inglesa;
V – exame do anteprojeto de Dissertação (opcional);

MATRÍCULA: Ao ser admitido, o pós-graduando deverá requerer matrícula nas disciplinas obrigatórias conforme o calendário acadêmico semestral.

VAGAS: 20vagas. Duração do curso:24 meses Carga Horária: 1.248 horas

HORÁRIO:
o Curso terá atividades regulares desenvolvidas às sextas-feiras e aos sábados; poderá ocorrer atividades em outros horários, dependendo das necessidades pedagógicas das disciplinas.

Linhas de Pesquisa:
1. ENFERMIDADES DO COMPLEXO ESTOMATOGNÁTICO;
2. INFLAMAÇÃO E REPARO TECIDUAL;
3. BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA A ODONTOLOGIA;
4. MEDICINA PERIODONTAL;
5. ETIOIMUNOPATOGENIA DAS DOENÇAS PERIODONTAIS E PERI- IMPLANTARES;
6. BIOENGENHARIA DOS TECIDOS PERIODONTAIS E PERI-IMPLANTARES;
7. BIOMATERIAIS RESTAURADORES NA REABILITAÇÃO ORAL.

Corpo Docente Permanente:

ORIENTADORES
LINHAS DE PESQUISA
E-MAIL
ANDRÉ MALLMANN
1,7
ARLEI CERQUEIRA
1, 2, 3
BLANCA LILIANA TORRES LÉON
1,7
EMILENA MARIA C. XISTO LIMA
1, 7
GABRIELA BOTELHO MARTINS
1, 2, 3
GETÚLIO DA R. NOGUEIRA-FILHO
2, 3, 4, 5, 6
LUIZ GUSTAVO C. BASTOS
1, 7
MONICA DOURADO
2, 3, 4, 5, 6
PALOMA DIAS DA SILVA TELLES
1, 2, 3
SÍLVIA REGINA DE ALMEIDA REIS
1, 2, 3
URBINO DA ROCHA TUNES
2, 3, 4, 5, 6
VIVIANE MAIA B. DE OLIVEIRA
1, 7

Descrição das linhas de pesquisa:

1. ENFERMIDADES DO COMPLEXO ESTOMATOGNÁTICO
Essa linha de pesquisa busca o estudo clínico e histopatológico das lesões que acometem o complexo bucomaxilofacial. Objetiva-se ainda investigar aspectos clínicos, cirúrgicos, epidemiológicos e histomorfológicos das alterações bucais e sistêmicas que acometem a cavidade oral. Nessa linha de pesquisa são desenvolvidos trabalhos do tipo experimental, observacional descritivo e analítico, também utilizando técnicas laboratoriais avançadas.
2. INFLAMAÇÃO E REPARO TECIDUAL
A linha de pesquisa visa estudar o processo inflamatório e das diferentes fases do processo de cicatrização que envolve as especialidades odontológicas. Alguns componentes da matriz extracelular, como a expressão de proteínas também é avaliada, bem como a expressão de miofibroblastos frente à influência de diversos fatores que interferem na cicatrização. Serão utilizados modelos de estudo animais e laboratoriais através de técnicas avançadas de histopatologia.
3. BIOLOGIA MOLECULAR APLICADA À ODONTOLOGIA
Essa linha de pesquisa estuda os mecanismos celulares e moleculares de processos fisiológicos e patológicos bucais. O estudo da bioengenharia de tecidos e da vascularização da polpa dentária é importante para o entendimento de achados clínicos e fundamentação de evidências científicas. Objetiva-se o uso de técnicas em biologia molecular (PCR, RT-PCR, Real Time RT-PCR, Citometria de fluxo, ELISA e outros imunoensaios) e de culturas de células (monócitos, macrófagos, odontoblastos, osteoblastos, fibroblastos, células tronco) para o desenvolvimento sistemático de experimentos in vitro e ex vivo que investiguem processos moleculares, desde a produção de citocinas até o mapeamento genético da expressão de mRNA e DNA. Os estudos experimentais contemplam diversas especialidades odontológicas com ênfase na Odontopediatria, Periodontia e Imunologia Aplicada à Odontologia.
4. MEDICINA PERIODONTAL
Durante a última década, o estudo da Periodontia tem estendido seus limites para abranger conhecimentos da área médica uma vez que a cada dia fica mais clara a necessidade de se analisar o paciente como um todo. A relação entre doença periodontal e desordens ou condições sistêmicas, tais como fumo, doença cardiovascular, infecções respiratórias, diabetes, osteoporose, estresse, obesidade, medicamentos, entre outros, tem merecido destaque na literatura científica. Contudo a cada nova publicação aumenta o questionamento. Portanto, esta linha de pesquisa tem como objetivo o desenvolvimento de trabalhos clínicos e laboratoriais, de caráter epidemiológico, tipo caso-controle e transversais para melhor evidenciar e caracterizar essas relações. Também podem ser desenvolvidos estudos em modelo animal objetivando esclarecer as possíveis associações no processo etiopatogênico das doenças sistêmicas e periodontais.
5. ETIOIMUNOPATOGENIA DAS DOENÇAS PERIODONTAIS E PERI-IMPLANTARES
Essa linha de pesquisa visa estudos relacionados à etiopatogênese das doenças periodontais e peri-implantares, analisando variáveis microbiológicas, imunopatológicas e genéticas, em relação ao perfil patológico daquelas doenças. Objetiva-se a experimentação clínica e em modelo animal (camundongos, ratos e coelhos), utilizando técnicas microbiológicas (cultura e PCR) e imunológicas. Correlaciona fatores de risco, como tabagismo e diabete, às doenças perio-implantares. São também objetos de estudo, o controle químico-mecânico do biofilme dental supra e subgengival (colutórios, dentifrícios e géis), o reparo ósseo ao redor de implantes (modelos animais e estudos longitudinais e transversais), e nas lesões endo-perio. Estuda, ainda, doenças periodontais associadas a condições sistêmicas.
6. BIOENGENHARIA DOS TECIDOS PERIODONTAIS E PERI-IMPLANTARES
O desenvolvimento da bioengenharia engloba o avanço tecnológico visando à reconstrução das estruturas periodontais perdidas, assim como o ganho em quantidade e/ou qualidade de ósseo alveolar para a ancoragem de implantes osseointegrados. Dentro desta linha de pesquisa são desenvolvidos trabalhos sobre cirurgia plástica e regeneração periodontal (RTG) e peri-implantar (ROG).
A terapia mucogengival envolvendo procedimentos para criação de mucosa ceratinizada, recobrimento radicular e aumento de rebordo edêntulo tem extrema integração com a Odontologia restauradora e principalmente com a demanda estética crescente. Os estudos nesta área serão clínico-cirúrgicos, tipo caso-controle, objetivando testar técnicas e biomateriais quanto a eficiência, praticidade e previsibilidade de resultados. Já a terapia regenerativa periodontal continua sendo um grande desafio da terapia periodontal e o desenvolvimento de novos biomateriais visa permitir a realização de procedimentos previsíveis e favoráveis à recuperação funcional do periodonto e do osso alveolar e peri-implantar. Neste contexto serão desenvolvidos trabalhos clínico-cirúrgicos controlados testando terapias e biomateriais. Esse potencial regenerativo poderá ser também avaliado em modelos animais que permitem a análise histológica do processo cicatricial.
7. BIOMATERIAIS RESTAURADORES NA REABILITAÇÃO ORAL
Os materiais e técnicas restauradoras utilizados na Odontologia, em disciplinas reabilitadoras, têm evoluído rapidamente, tornando as opções de escolha num trabalho reabilitador cada vez mais complexo. Apesar de constantes pesquisas encontradas na literatura, existem poucos trabalhos científicos sobre as técnicas e os materiais recentemente introduzidos. Observa-se também que os trabalhos desenvolvidos na reabilitação oral, não utilizam as técnicas e materiais recém lançados no mercado odontológico. Assim, o objetivo desta linha de pesquisa é explorar os novos materiais que são utilizados desde a prevenção até a finalização de um tratamento reabilitador, principalmente referente à suas propriedades físicas e biológicas. É também objetivo, realizar estudos clínicos e laboratoriais que analisem a utilização desses materiais nos tratamentos reabilitadores em pacientes parcial ou totalmente desdentados, trazendo, desta maneira, novas possibilidades de soluções restauradoras.


Bibliografia para a avaliação de conhecimentos:
1) Enfermidades do complexo estomatognático
NEVILLE, Brand. W. et al. Patologia Oral e Maxilofacial. 2ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. 798p.
Assunto: Cistos e Tumores Odontogênicos
2) Inflamação e reparo tecidual
COTRAN, Ramzi. Robbins patologia estrutural e funcional. 5ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1996. 1277p.
Assunto: Inflamação aguda e crônica
3) Biologia molecular aplicada a Odontologia
ALBERTS, Bruce. Biologia Molecular da Célula. 4ed. Porto Alegre: Artmed, 2004. 1463p.
Assunto: Transcrição e tradução protéica
4) Medicina periodontal
LINDHE, J. Tratado de Periodontologia Clínica e Implantologia Oral. 4ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. 1113p.
Assunto: Periodontite como fator de risco para doenças sistêmicas.

ODONTOLOGIA CLÍNICA
5) Etioimunopatogenia e tratamento das doenças periodontais e peri-implantares
LINDHE, J. Tratado de Periodontologia Clínica e Implantologia Oral. 4ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. 1113p.
Assunto: Interações entre parasita e hospedeiro na doença periodontal; Mucosite e Peri-implantite.
6) Bioengenharia dos tecidos periodontais e peri-implantares
LINDHE, J. Tratado de Periodontologia Clínica e Implantologia Oral. 4ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. 1113p.
Assunto: Regeneração tecidual guiada / Regeneração óssea guiada.
7) Biomateriais e técnicas restauradoras
CRAIG R.; POWERS, J.M. Materiais Dentários Restauradores. 11ed. São Paulo: Santos, 2004. 704p.
Assunto: Propriedades Ópticas, Térmicas e Elétricas; Propriedades Mecânicas.

Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-000
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936