Notícias

Bahiana: Bicampeã do GPTW

Instituição é considerada, pela segunda vez, a melhor empresa para trabalhar na Bahia
04/08/2020


Bahiana: Bicampeã do GPTW

Instituição é considerada, pela segunda vez, a melhor empresa para trabalhar na Bahia

Pelo segundo ano consecutivo, a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública é a grande vencedora do Great Place to Work, seção Bahia, premiação concedida às entidades que são reconhecidas pelos próprios colaboradores como um bom lugar para trabalhar. O primeiro lugar na categoria Grandes Empresas se repete após a instituição ter participado de todas as sete edições do Prêmio GPTW, que, neste ano, também contemplou as empresas Kordsa, Simples Vet Tecnologia, Embracon-BA, Wish Hotel da Bahia, Laboratório Sabin, Bomconsórcio, Jacobina Mineração - Yamana Gold, Veracel Celulose e Natulab Laboratório Farmacêutico. Ao todo, foram habilitadas a concorrer à premiação 45 empresas.

Telma Bastos, gestora da Gerência Estratégica de Pessoas e Aprendizado (GEPAP), afirma que o bicampeonato é uma resposta à política da instituição de colocar seus colaboradores e colaboradoras em primeiro lugar, levando em conta a qualidade de vida de suas famílias. Dentro dessa perspectiva, ela ressalta algumas ações implantadas pela Bahiana, como a extensão da licença-paternidade, de cinco dias garantidos por lei para 15 dias.

“O benefício da extensão da licença-paternidade foi espetacular. Poder acompanhar os primeiros dias do meu filho foi muito importante. Ter tempo para auxiliar a minha esposa com os seus cuidados foi fundamental. No meu antigo trabalho, só tive direito a cinco dias corridos. Muito pouco, não deu para ajudar em nada. Só tenho a agradecer à Bahiana!”, comemora Gerson Silva Ribeiro, colaborador do Núcleo de Gestão de Projetos há um ano e dois meses na instituição.

A Bahiana também oferece a possibilidade de redução de carga horária de trabalho para mães que retornaram da licença-maternidade, durante o primeiro ano de vida do bebê. Para usufruir do benefício, a colaboradora autoriza a redução salarial proporcional à sua carga horária. Além disso, mães com crianças de até 2 anos de idade são dispensadas de realizar a compensação de horas dos recessos.

Ainda dentro das políticas que visam ao bem-estar da família, a Bahiana concede aos pais duas dispensas semestrais – mediante apresentação de atestado de comparecimento – para que possam participar de reuniões escolares de seus filhos, além de um abono de 6 horas para que possam acompanhar tanto seus filhos como seus pais idosos a consultas médicas e outros cuidados com a saúde.

“O objetivo da Bahiana, com esse tipo de iniciativa, é apoiar o colaborador a cuidar do seu dia a dia. É cercar essas pessoas de tudo o que elas precisem para ter uma vida mais confortável, no sentido de elas se sentirem saudáveis, de estarem bem consigo, mantendo em mente que a instituição as apoia nas horas das dificuldades”, declara Telma.

Foto: colaborador Gerson Ribeiro

Crescer com a Bahiana
Além dos diversos benefícios que contribuem para a melhoria da qualidade de vida dos seus colaboradores, a Bahiana também aposta no seu crescimento profissional, investindo nos processos seletivos internos. Segundo Telma Bastos, mais de 50% das vagas disponibilizadas durante o ano são preenchidas por pessoas já integrantes dos quadros da instituição.

Essa é a história do jovem Felipe Brandão. Filho de jardineiro da Bahiana, ele tinha como sonho trabalhar na instituição, onde ingressou com 16 anos, pelo programa Jovem Aprendiz. “Eu imaginava que lá aprenderia a trabalhar e aprendi mesmo. Aprendi a servir, a ser responsável, eficiente, inovador e empreendedor. Mas não parou por aí... Uma das coisas mais importantes que eu aprendi foi que a maneira como nós fazemos as coisas é tão importante como a tarefa em si. Isso significa respeitar as pessoas, agir com ética e, acima de tudo, colocar os valores morais à frente dos negócios. Tudo isso a Bahiana me ensinou.”

Dois anos e meio depois de passar pelo programa, e Felipe ficou apenas cinco meses afastado da instituição, período em que concluiu o ensino médio. Participou então da seleção para auxiliar administrativo do Laboratório de Ensino e retornou ao quadro de colaboradores. “Colocando em prática todos os conhecimentos obtidos durante toda a minha vida profissional e as capacitações, treinamentos e cursos que a Bahiana me proporcionou, depois de ser auxiliar administrativo durante um ano, já fui promovido mais duas vezes dentro de um período de dois anos. Isso reforça o quanto a nossa Bahiana está extremamente comprometida com a ascensão e qualificação profissional de seus colaboradores”.
Foto: colaborador Felipe Brandão

Durante a pandemia
A Bahiana não aderiu a nenhum programa de redução salarial nem de suspensão de contrato de trabalho e vem mantendo o seu quadro de colaboradores sem prejudicar seus vencimentos. Objetivando entender o cenário de necessidades e ofertar cuidados customizados a seus colaboradores, a GEPAP criou o programa Momento Bahiana. “Fizemos uma pesquisa com os colaboradores, por meio dos seus gestores, para levantar quais eram as demandas, como é que eles estavam se sentindo nessa pandemia, com esse distanciamento físico, de que tipo de apoio eles precisavam para estarem mais tranquilos e confortáveis”, conta Telma Bastos. Segundo ela, foram predominantemente identificados os sentimentos de ansiedade, preocupações, medos e necessidades específicas para adequação do trabalho nessa nova modalidade.

A partir desse mapeamento, foram promovidas várias ações contingenciais para atender às necessidades levantadas.  Cartas da Direção passaram a ser enviadas a todos os colaboradores quinzenalmente, como forma de conexão e fortalecimento de vínculos, o que tem sido vivenciado pelos colaboradores como um momento de muita sinergia, conforto e pertencimento.  Dentre as ações há também a promoção de lives com conteúdos propostos a partir dos resultados de pesquisas. A primeira delas foi “Como estão as emoções nessa pandemia?”, que teve como convidada a coordenadora do Núcleo de Atenção Psicopedagógica, Angélica Mendes, com a mediação da coordenadora do curso de Psicologia, Sylvia Barreto.  A segunda live, mediada por Telma Bastos, teve como tema “Como vai a sua saúde?”, com as convidadas Dra. Thaila Oliveira, gestora da Segurança e Saúde no Trabalho, e Dra. Rita Carvalho, professora responsável pela Residência Médica em Família e Comunidades, ambas colaboradoras da Bahiana.

A próxima live, “Academia em casa: cuidados com o seu corpo”, será realizada no dia 7 de agosto, às 17 horas, com a participação do coordenador do curso de Educação Física da Bahiana, professor Clarcson Plácido C. dos Santos, e de Janaína O. Pitanga, gestora da Clínica de Fisoterapia.  Segundo Telma Bastos, novos temas estão sendo formatados para outros encontros virtuais.

Cuidado customizado
Telma Bastos destaca que todo o trabalho desenvolvido pela GEPAP pousa o olhar sobre o colaborador e suas demandas individuais, quer sejam questões de saúde ou financeiras, buscando estar sempre atenta ao momento de vida dos seus funcionários para apoiá-los em suas necessidades.

Dentro desse âmbito, está em fase piloto um projeto que visa oferecer ao colaborador um atendimento médico integral. A iniciativa é fruto de uma parceria com a Bahiana Saúde. “Será aquele médico de referência, que irá olhar para o indivíduo como um todo. Um profissional que conhecerá bem a história do seu paciente e que, por isso, cuidará dele também nos momentos em que houver a necessidade de fazer um encaminhamento para um especialista”, esclarece Telma.

Do ponto de vista financeiro, a gestora da GEPAP explica que a Bahiana oferece orientação financeira para que o colaborador não faça dívidas e o auxilia a encontrar alternativas. Cerca de 40% das pessoas que procuram empréstimo consignado declinam desse pleito após essas orientações, por encontrarem soluções fora do endividamento.   

“A Bahiana é um lugar diferenciado para trabalhar. Quando me perguntam a respeito, falo sem medo de errar: a Bahiana é diferente, a Bahiana é extremamente voltada para o bem-estar do seu colaborador. Indico a todos o melhor lugar que já trabalhei na minha vida profissional”, declara Gerson Silva Ribeiro.

 

Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-000
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936